A massagem modeladora diferentemente da drenagem linfática tem movimentos mais firmes, vigorosos e rápidos. Como o próprio nome sugere a intenção deste tipo de massagem é modelar o tecido conjuntivo (tecido de preenchimento), objetivando acabar com gorduras localizadas, eliminar marcas de roupas apertadas ou então “levantar” algumas curvas (como por exemplo, o bumbum). A massagem modeladora aumenta o metabolismo local e a circulação sanguínea, contribuindo assim para a melhora da celulite.

A idéia de que a massagem modeladora “quebra” a gordura é equivocada, uma vez que seria impossível somente com manobras das mãos romper as células de gordura. Igualmente errônea é a idéia de que a massagem modeladora deve ser dolorosa ou deixar manchas escuras (equimoses) pelo corpo, este tipo de massagem pode inclusive gerar flacidez de pele por prejudicar os ligamentos que prendem a pele ao tecido subjacente. A técnica também é contra-indicada para gestantes, pessoas com fragilidade óssea ou capilar, desordens severas da coagulação e pessoas que apresentem algum quadro inflamatório ou infeccioso agudo.

Para apresentar bons resultados a técnica deve ser aplicada de uma a duas vezes por semana em sessões de aproximadamente 50 minutos e os resultados começam a ser percebidos em torno da oitava sessão. O ideal é que a massagem seja realizada utilizando cosméticos que estimulem a circulação local e favoreçam o metabolismo da gordura localizada. No nosso caso utilizamos a linha Reduxcel Adcos (creme de massagem, lipo-force e firm-force), reconhecida como uma das melhores na área. Para otimizar os resultados é interessante que seja feita uma vez a cada 15 dias uma gomagem corporal, retirando as células mortas e favorecendo desta forma a penetração deste ativos. Após o procedimento o ideal é que os cosméticos sejam deixados no corpo por pelo menos 2 horas para que continuem sendo absorvidos e tenham ainda mais efeito. Uma ótima idéia também é realizar algum tipo de exercício físico para aumentar ainda mais o metabolismo e a circulação sanguínea local favorecendo a utilização dos estoques de gordura.